Rapper Emicida é preso por desacato após show em Belo Horizonte

Músico anunciou a prisão pelo Twitter. Logo em seguida, afirmou ter sido liberado pela polícia

estadão.com.br,

13 Maio 2012 | 23h32

Na noite deste domingo, o cantor Emicida foi levado à 36ª Delegacia Seccional de Belo Horizonte, pela polícia, após uma show que apresentava em um festival na cidade. Pela sua conta no Twitter, o rapper anunciou que foi "preso por desacato a autoridade após o show em BH por causa da música dedo na ferida". Tal música critica a polícia e aborda temas como a Cracolândia e Pinheirinho.

Policiais militares afirmaram ainda que o rapper, no início de seu show, havia afirmado "que apoiava a invasão ao terreno Eliana Silva no Bairro Barreiro [onde ocorreu o evento] e também pediu que o público levantasse o dedo no meio e apontasse para os policiais militares".

Também pela sua conta no Twitter, Emicida anunciou, duas horas depois, que foi liberado pela polícia de Belo Horizonte, após prestar depoimento. O cantor vai responder a um processo por desacato à autoridade. Nesta noite, as hashtags #LiberdadeEmicida e #dedonaferida ficaram entre os tópicos mais comentados do Twitter, em função do episódio com o rapper.

 

Conheça o clipe da canção que supostamente levou o rapper Emicida à delegacia de Belo Horizonte:

Mais conteúdo sobre:
Emicida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.