Reação de eleitores vai da revolta ou descaso à decepção

A "dança das cadeiras", um dos apelidos que recebeu a crise política em Campinas, tem despertado, entre os campineiros, reações que oscilam da revolta à decepção ou ao puro descaso. Na votação da saída do Dr. Hélio, na quinta-feira passada, havia gente acampada na frente da Câmara, e anteontem petistas reunidos pela manutenção do novo prefeito - mas, ainda assim, o processo de cassação de Hélio de Oliveira Santos já permitia ver um pouco dessa volatilidade. "Sai um e entra outro pior, cada vez pior", reclamou o garçom Cidiney Domingos, de 32 anos. "No meu trabalho há muita gente olhando tudo isso com descaso. O meu sentimento é de decepção", completou Soliani Carias Fogaça, de 48 anos.

Tatiana Fávaro, O Estado de S.Paulo

26 Agosto 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.