Rebelados de Bangu 1 terão corte de regalias

Os presos da penitenciária de Bangu 1 envolvidos na rebelião que acabou nesta manhã serão indiciados por homicídio e danos ao patrimônio público. A Secretaria de Segurança Pública deve anunciar hoje a restrição de regalias para estes detentos - redução do número de visitas dos parentes e das visitas íntimas, entre outras medidas. O anúncio será feito pelo secretário Roberto Aguiar e pela coordenadora de Segurança Pública, Jacqueline MunizA rebelião foi iniciada na manhã de ontem e durou quase 24 horas. Os presos, por volta das 7 horas, libertaram as seis pessoas que ainda mantinham como reféns e entregaram quatro pistolas e uma escopeta, depois de exigir a presença de repórteres e cinegrafistas. Logo depois, a Polícia Militar ocupou o presídio para fazer a contagem dos detentos.Liderados pelo traficante Luis Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, integrantes da facção criminosa Comando Vermelho teriam assassinado no presídio quatro traficantes do Terceiro Comando: Ernaldo Pinto Medeiros, o Uê; Carlos Roberto da Costa, o Robertinho do Morro do Adeus; Wanderley Soares, o Orelha (cunhado de Uê); e Elpidio Robô.TraiçãoO traficante Celsinho da Vila Vintém, do Terceiro Comando, e principal rival de Fernandinho Beira-Mar, foi poupado da chacina porque, segundo os policiais, teria traído seus companheiros e passado a integrar o Comando Vermelho. O traficante Marcelo Lucas da Silva, o Café do Andaraí, dado como morto, foi ferido a facadas e transferido para o Hospital Penitenciário.Uma comissão composta por quatro delegados da Polícia Civil negociou a rendição dos presos durante toda a madrugada. Segundo a polícia. os traficantes pretendiam se entregar na noite de ontem mas resolveram esperar o amanhecer como medo de ação violenta por parte dos policiais militares, que estavam preparados para ocupar o presídio desde as 19 horas de ontem.Para ler mais sobre a rebelião em Bangu 1 e o tráfico no Rio: Beira-Mar lidera motim em Bangu e mata rivaisNo presídio, revolta; nas ruas, cenas de guerraBeira-Mar, primeiro brasileiro na lista negra dos EUABangu 1 tem 14 anos, 48 celas e muitas personalidadesDe Segurança máxima, prisão só tem o nomeQuem era UêQuem é CelsinhoMortes reforçam as bases de Beira-MarO mapa do tráfico no Rio

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.