Rebelados em presídio de Hortolândia liberam dois reféns

Dois de seis agentes penitenciários que eram mantidos como reféns pelos presos do Centro de Detenção Provisória P-III de Hortolândia, na região de Campinas, interior de São Paulo, foram liberados por volta das 8 horas desta quarta-feira, 4, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).Os detentos estão rebelados desde as 5 horas desta quarta-feira, 4, após uma tentativa de fuga frustrada. Até as 8h45, policiais militares e civis cercavam o complexo prisional. Ainda não havia informações sobre feridos e as negociações prosseguiam. A penitenciária tem capacidade para 750 presos, mas abriga atualmente 1.403.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.