AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Rebelados querem agilizar negociações no PR

Desde que começou a rebelião na Penitenciária Central do Estado do Paraná (PCE), no fim da tarde de quarta-feira, pela primeira vez os presos demonstraram agressividade, na manhã de hoje. Um dos 26 agentes penitenciários mantidos como reféns foi apresentado à imprensa e aos policiais, sobre o telhado, com uma arma apontada para a cabeça. Eles também têm pelo menos uma granada. Os presos querem rapidez nas negociações que o secretário de Segurança Pública do Paraná, José Tavares, está fazendo com outros Estados. Os presos disseram ao deputado federal Padre Roque Zimermann (PT/PR) que fizeram uma barricada com colchões e botijões de gás, ameaçando explodir a penitenciária se a polícia fizer menção de invadir o local.

Agencia Estado,

08 de junho de 2001 | 12h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.