Rebelião causa pelo menos cinco mortes em MT

Uma rebelião ocorrida nesta manhã na Cadeia Pública de Santo Antônio do Leverger, a 35 quilômetros de Cuiabá, deixou pelo cinco presos mortos, segundo as primeiras informações da Polícia Civil do Mato Grosso. Os detentos foram mortos por facções rivais a golpes de chuços - facas de fabricação artesanal - no motim que começou por volta das 10 horas.Dois carcereiros foram mantidos como reféns. O delegado Antônio Carlos Garcia informou que o número de mortos pode chegar a dez. Segundo ele, o motim já foi controlado. Mas a relação dos mortos só deve ser divulgada no final da tarde. Os amotinados atearam fogo ao prédio e a colchões, em protesto contra a superlotação na cadeia, quem tem capacidade para 60 presos. No entanto, havia 180 local. A rebelião foi controlada por volta do meio dia.Uma comissão de negociação formada por oficiais militares e policiais civis tratou com os detentos a transferência de alguns para a Delegacia Municipal de Várzea Grande, localizada na região metropolitana de Cuiabá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.