Rebelião de presos em Uraí, no Paraná, termina com um morto

Duas pessoas chegaram a ser feitas reféns; um investigador de polícia levou um tiro na mão

Paulo Maciel, da Central de Notícias

18 de maio de 2009 | 04h31

Após mais de nove horas de negociação, terminou a rebelião na Cadeia de Uraí, região norte do Paraná, a cerca de 60 quilômetros de Londrina. Um preso foi morto e duas pessoas foram feitas reféns.

 

Um detento de 19 anos acabou morto na troca de tiros com a polícia durante a tentativa de fuga que precedeu a rebelião. Outro preso rebelado, que era o líder do motim, também levou um tiro no braço. Ele se entregou para a polícia e liberou os dois reféns. Um deles, um investigador de polícia, levou um tiro na mão e teve que ser medicado na Santa Casa local.

Mais conteúdo sobre:
rebeliãoParanápresídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.