Rebelião deixa três presos feridos em MG

Três detentos do Centro de Remanejamento de Presos da Polícia Civil (Ceresp) de Juiz de Fora, na Zona da Mata, ficara feridos na manhã de hoje, em rebelião que durou cerca de três horas. Segundo a Polícia Militar, os mais de 500 presos da unidade se rebeleram por volta das 8h40 em protesto com a superlotação, já que o local tem capacidade para apenas 240 internos.Eles colocaram fogo em colchões, destruíuram celas e tomaram o pátio do presídio, com os rostos cobertos. Cerca de 100 policiais militares cercaram o prédio para evitar fugas, e o invadiram usando bombas de gás lacrimogêneo e armas com balas de festim e de borracha. A rebelião foi controlada por volta das 12h. Os presos foram reconduzidos às celas e os nomes dos feridos, atendidos em um hospital da cidade com pequenas escoriações, segundo a PM, não foram informados. À tarde, os policiais fizeram uma revista no Ceresp e encontraram 488 buchas de maconha, dois aparelhos de telefone celular e diversas facas artesanais.A Secretaria de Segurança Pública de Minas informou que, pelo menos por enquanto, não tem como promover transferências de presos para dimiunir os problemas em Juiz de Fora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.