Rebelião em Minas termina com um preso morto

A rebelião na Cadeia Pública de Ponte Nova, na zona da mata mineira, terminou por volta de 10h00, após 13 horas de tensão e negociações envolvendo a Polícia Militar e Polícia Civil. Cerca de 40 dos 190 detentos quebraram as celas e tomaram um agente penitenciário como refém. O funcionário acabou sendo libertado sem ferimentos. Um preso, ainda não identificado, que estaria cumprindo pena por estupro, foi encontrado morto numa das celas. A Polícia Civil fará a perícia do corpo para determinar a causa da morte. Segundo a Globo News, os detentos reivindicavam revisão de processos, transferências, visitas íntimas e banhos de sol. De acordo com a direção da cadeia, a unidade não está superlotada porque tem capacidade para 220 presos. A Polícia Militar informou que alguns detentos deverão ser transferidos para outras unidades do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.