AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Rebeliões atingem unidades do Vale do Paraíba

Entre as 64 unidades rebeladas no estado de São Paulo está a Penitenciária 2, no município de Potim, no Vale do Paraíba. Lá, o motim começou por volta das 7h40 deste domingo. Na Penitenciária 1, a situação continua indefinida. Há nove agentes penitenciários em poder dos presos, sem contar os mais de cem familiares, que também foram tomados como reféns. Não houve nenhum movimento registrado durante a noite. Na P2, a polícia chegou a dar alguns tiros hoje. Em Pindamonhangaba, uma base da Polícia Militar localizada no bairro do Araretama, foi alvejada com um tiro e com uma bomba, que não chegou a detonar. O carro utilizado pelos bandidos foi encontrado logo depois no bairro do Piracuma, numa casa onde havia armamentos pesados e munição. A Polícia não conseguiu prender os ocupantes da casa, que conseguiram fugir. Em São José dos Campos, na madrugada de sábado, o alvo dos ataques do PCC foi o 8º Distrito Policial, na zona oeste da cidade. A unidade foi alvejada por cerca de 30 tiros e três viaturas da Polícia Civil foram atingidas, assim como as paredes, fachada do prédio e janelas. No momento do ataque, ocorrido à 1h30, não havia nenhum policial no prédio. Foram apreendidos 25 cartuchos calibre 380 e outro de 9 milímetros. Na zona sul da cidade, um soldado PM à paisana, foi atingido na perna por seis disparos, na noite de sábado. A polícia recolheu 19 cápsulas no local do crime, mas não informou como o fato ocorreu e nem se há ligação com os ataques do PCC.Já o prédio do 5ºDistrito Policial de Jacareí, também no Vale do Paraíba, foi alvo de mais um ataque às bases policiais no Estado de São Paulo. Ele foi atacado na manhã deste domingo por bandidos do PCC, segundo a polícia. Por volta das 8 horas, um coquetel molotov foi jogado na frente do prédio, que pegou fogo após a explosão. Ninguém ficou ferido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.