Receita apreende 174 t de contrabando no Rio

Cento e setenta e quatro toneladas de mercadorias importadas ilegalmente que estavam em contêineres no Cais do Porto do Rio foram apreendidas nesta quarta-feira à tarde pela Receita Federal.Os produtos - materiais para cozinha, louças, cristais, cigarros, bicicletas, peças para automóveis, tecidos, roupas, relógios, entre outros - valem cerca de R$ 1,5 milhão.Segundo a Receita, parte da carga havia sido trazida do exterior por empresas fantasmas. Havia ainda mercadorias subfaturadas por e itens falsificados. O inspetor da alfândega Murilo Amaral disse que a operação foi iniciada com o intuito de desarticular um esquema de empresas fantasmas que sonegam impostos durante o processo de importação.Nos últimos quatro meses, dez firmas inexistentes foram fechadas, afirmou Amaral. "A indústria nacional é a maior prejudicada por esses esquemas. Temos recebido muitas solicitações para coibir essa prática." Quinze empresas traziam produtos falsificados. Entre as mercadorias subfaturadas, algumas tinham apenas 10% de seu valor declarado à alfândega. As peças para automóveis, segundo a Receita, são de baixa qualidade e podem acarretar riscos para os motoristas.Os donos das firmas já estão sendo investigados pela Polícia Federal. A Receita informou que a carga falsificada será destruída, e o restante, leiloado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.