Receita descobre esquema de contrabando de máquinas

Três motoniveladoras que foram vendidas por R$ 1 milhão estavam sendo exportadas para os Estados Unidos por menos de R$ 300 mil, ou seja, menos de um terço do custo real. O esquema de contrabando foi descoberto pela Receita Federal, que depois de apreender as três máquinas acabou descobrindo a fraude que vinha sendo praticada por atravessadores e empresas consideradas fantasmas.Segundo informou a inspetora da Alfândega do Porto de Santos, Diva Alves Kodama, foi a partir da confirmação do cancelamento do CPF de um dos sócios da exportadora, que as investigações começaram. Os equipamentos adquiridos por R$ 320 mil cada um foram vendidos a uma empresa do Acre, que os repassou a uma exportadora de Campinas, que os revenderia a R$ 98 mil para o exterior. A fraude ficou evidente quando, ao procurar pela empresa atravessadora do Acre a Receita Federal descobriu que o comprador ocupava uma rústica casa de madeira, onde morava um dos sócios, na verdade usado como "laranja" na transação. Na seqüência das investigações, a Receita também descobriu que a exportadora já remeteu, só este ano, para o exterior, cerca de R$ 6 milhões, sem pagar nenhum centavo de impostos. Diante deste fato, o caso foi encaminhado à Polícia Federal e ao Ministério Público, com o objetivo de descobrir a razão da fraude.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.