Receita faz operação contra pirataria na Paulista

Cerca de 120 policiais e fiscais da Secretaria da Fazenda de São Paulo, Receita Federal, Polícia Militar e Guarda Civil Metropolitana iniciaram na manhã desta segunda-feira, 04, uma fiscalização em pontos de comércio ilegal na região da Avenida Paulista.Segundo a Receita Federal, o objetivo da ação, batizada de Operação Tornado, é combater a pirataria, a sonegação fiscal e o contrabando na região.A fiscalização passou primeiro pelo shopping Stand Center, no número 1.098 da avenida, mas a maioria dos comerciantes, ao perceberem a movimentação, fechou as portas, impossibilitando o trabalho dos agentes, que seguiram para o shopping Inter Paulista, no número 1.740.De acordo com a Receita, a equipe foi dividida por volta das 15 horas para fiscalizar os dois pontos de comércio. A operação Tornado deve se estender até o final do ano, segundo a Receita, com vistorias regulares em pólos de comércio da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.