Receita recolhe cerca de R$ 2 mi em produtos ilegais em Cuiabá

Operação Ágora recolheu artigos de informática e câmeras digitais sem documentação de importação no Shopping Popular

Priscila Trindade, estadão.com.br

24 de agosto de 2010 | 18h13

SÃO PAULO - A Receita Federal reteve nesta terça-feira, 24, cerca de R$ 2 milhões em mercadorias sem documentação de importação em bancas do Shopping Popular, localizado na Avenida Beira Rio, em Cuiabá, no Mato Grosso.

 

A Polícia Federal, que acompanhou a Operação Ágora, informou que os principais produtos apreendidos foram artigos de informática e câmeras digitais. Trinta e seis boxes foram vistoriados.

 

Os volumes apreendidos foram levados para o depósito da Receita em Cuiabá. Os proprietários das mercadorias terão entre 24 e 72 horas para apresentar a documentação necessária ou os produtos serão confiscados permanentemente.

 

A operação contou com a participação de 55 servidores da Receita, dentre auditores fiscais e analistas tributários e 60 policiais federais da Superintendência de Mato Grosso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.