Receita recolhe R$ 6 mi em mercadorias na 25 de Março

Uma força-tarefa com mais de 500 agentes resultou na apreensão de R$ 6 milhões em mercadorias na região da Rua 25 de Março, no centro de São Paulo, ontem. Foram apreendidas 833 caixas de produtos, que, segundo a Receita Federal, apresentam "evidentes indícios de contrabando e pirataria".Além de auditores da Receita, participaram da ação, que integra a Operação Anúbis, a Secretaria da Fazenda de São Paulo e as Polícias Civil e Militar. Foram cumpridos 98 mandados de busca e apreensão. O objetivo era recolher as mercadorias sem nota fiscal ou cuja importação não ficou comprovada como sendo regular.Os comerciantes e importadores que tiveram produtos apreendidos têm cinco dias para provar a origem legal das mercadorias, por meio de notas fiscais ou recolhimento do imposto de importação e demais tributos. Por decisão da Justiça, há também respaldo para os agentes da Anúbis fazerem a retenção de equipamentos de informática e documentação, para posterior investigação.R$ 25 MILHÕESCom a ação de ontem, subiu para R$ 25 milhões o total apreendido em mercadorias na operação. Em dez dias, foram vistoriadas dezenas de pontos no interior e no litoral paulista, além de galerias na região da Avenida Paulista, também na região central. Na terça-feira, a Receita recolheu mercadorias no Paulista Center. Do shopping popular foram retiradas 1.040 caixas que lotaram seis caminhões. Os produtos estão apreendidos no galpão da Receita, no Ipiranga, zona sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.