Recife vai fiscalizar clubes para festas de carnaval

Grupo irá estudar a legislação vigente e apresentará propostas de mudanças caso seja necessário

Angela Lacerda,

29 Janeiro 2013 | 19h01

RECIFE - Diante da tragédia ocorrida na madrugada do domingo (27) na boate Kiss, em Santa Maria (RS), a Prefeitura do Recife criou dois grupos de trabalho para vistoriar e fiscalizar clubes e casas noturnas da cidade.

O primeiro, de atuação imediata, se concentrará na fiscalização da estrutura do carnaval, a exemplo de camarotes e clubes onde há festas já programadas. O segundo, mais amplo, com a participação do Ministério Público, Câmara Municipal e Conselho Regional de Engenharia (Crea), irá estudar a legislação vigente e, se for o caso, apresentar propostas ao prefeito até o final de fevereiro.

O único incêndio registrado em casa noturna do Recife ocorreu em janeiro de 2010, na casa de shows 100% Brasil, na Rua do Riachuelo, no centro da cidade. Não houve vítimas, mas foi registrado tumulto e cerca de 15 pessoas chegaram a ser hospitalizadas porque inalaram fumaça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.