Recomeça o fogo no prédio da Eletrobrás

Apesar de os bombeiros terem afirmado por volta das 11h10 que o incêndio estava controlado, às 13h30 ainda era possível ver labaredas na altura do 20º andar do prédio da Eletrobrás, no centro do Rio de Janeiro. De acordo com os bombeiros, o fogo recomeçou por causa da circulação de ar propiciada pela falta das janelas. O coronel Carlos Alberto de Carvalho, secretário estadual de Defesa Civil, disse que os bombeiros ainda estão trabalhando no combate ao fogo. "Estamos fazendo o rescaldo progressivamente. É natural que ainda surjam labaredas, mas vamos chegar lá". Carvalho, que esteve dentro do edifício, afirmou que há muita fumaça e que a temperatura no local é muita alta. "A temperatura, com certeza, ultrapassou mais de mil graus nos andares. A água bate na parede e volta fervendo. Há muita fumaça e, além das roupas especiais, o consumo de máscaras é muito grande. Isso é o que está atrapalhando mais o nosso trabalho". Carvalho afirmou que o combate ao incêndio foi feito da maneira adequada. E disse que a plataforma finlandesa de 66 metros de altura serviu apenas para isolar o fogo. "O combate ao incêndio tem que ser feito mesmo é por dentro do prédio", explicou. Leia maisIncêndio destrói parte de prédio no centro do RioParte do prédio da Eletrobrás pode desabarFalta de água atrapalha serviço dos bombeiros no RioSetenta soldados combatem incêndio no RioPrédio do Rio foi reformado e tem brigada de incêndioIncêndio no prédio da Eletrobrás está controladoHá risco de a parte externa do prédio da Eletrobrás desabar?Com resfriamento, concreto fica fragilizado?, diz Crea-RJFogo pode ter começado em condicionador de arSecretário de Defesa Civil não vê risco de desabamento

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.