Recomeça reunião com estivadores

O presidente do sindicato dosestivadores do Porto de Santos, Wanderley José da Silva, espera fechar na tarde desta quarta-feira um acordo para o fim da greve, que jáestá no nono dia.Recomeçou por volta das 15h15 a reunião em São Paulo entre sindicalistas e os representantes do MinistérioPúblico. Os representantes do Ogmo (Órgão Gestor de Mão-de-Obra) estão atrasados, mas devem chegar em breve à reunião.Silva afirmou que não recebeu a notificação do TRT, que julgou abusiva - o sindicato foi multado em R$ 200 mil."Desconheço essa multa", disse.Segundo ele, os trabalhadores portuários são os principais prejudicados com o protesto, pois recebem os rendimentos conformea escalação diária.Silva afirmou que o sincidato recebeu documento de apoio de estivadores de outros países, entre elesMéxico, Chile e Espanha. "Isso mostra que a categoria está unida e apóia o nosso movimento internacionalmente", disse.O presidente do sindicato acredita que mesmo que saia um acordo sobre a questão da mão-de-obra, o porto só vai funcionarnormalmente nesta quinta-feira, após as 13h.Isso porque os trabalhadores têm de organizar a escalação da estiva na parte da manhã. Oporto segue parcialmente paralisado, porque alguns navios são carregados e descarregados mecanicamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.