Reconstituição do atropelamento de Rafael termina após 5 horas

Simulação contou com a participação do atropelador Rafael Bussamra; amigos e irmãos da vítima também estiveram presentes

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

27 de julho de 2010 | 08h19

 

SÃO PAULO - A reconstituição do atropelamento de Rafael Mascarenhas, de 18 anos, filho da atriz Cissa Guimarães, durou um pouco mais de cinco horas e terminou por volta das 6 horas desta terça-feira, 27, segundo informações da polícia.

 

O túnel, na Gávea, na zona sul do Rio, foi fechado à meia-noite. A simulação contou com a participação do autor do atropelamento, Rafael Bussamra, de 25 anos, dos amigos dele e dos skatistas, amigos de Rafael, que o acompanhavam no dia do acidente, na madrugada de terça-feira da semana passada.

 

Bussamra prestou ontem novo depoimento sobre a suposta extorsão na 15ª Delegacia de Polícia (Gávea). A defesa do atropelador afirma que ele e o pai, o empresário Roberto Bussamra, foram coagidos pelos policiais a não registrar a ocorrência em troca de R$ 10 mil.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.