Recuperação de rodovias do Nordeste deve custar mais de R$ 70 milhões

Liberação de recursos para vias e pontes de Pernambuco e Alagoas deve sair nesta semana

Solange Spigliatti, da Central de Notícias

29 de junho de 2010 | 14h45

SÃO PAULO - Os Estados de Alagoas e Pernambuco deverão receber do Ministério dos Transportes mais de R$ 70 milhões em recursos para recuperação das rodovias danificadas pelas chuvas dos últimos dias. A informação é do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

 

Veja também:

linkMortos no Nordeste chegam a 57

linkAL cria comissão para reconstruir cidades

linkSaiba onde fazer doações para as vítimas

 

O decreto para a liberação dos recursos deve sair ainda esta semana, após término do levantamento feito pelas equipes do órgão e apresentado à Presidência da República. O valor pode ultrapassar a previsão de R$ 72 milhões para a recuperação das vias devido às chuvas que persistem na região deixando mais estragos às estradas, segundo o Dnit.

 

Em Pernambuco, o Dnit prevê a necessidade de R$ 57 milhões para a execução de obras emergenciais para reparar danos provocados pelas chuvas na BR-101. O valor é R$ 17 milhões mais alto do que o previsto anteriormente, pois inclui a celebração de convênio entre Dnit e Governo de Pernambuco para recuperação em pontes e rodovias estaduais.

 

O tráfego na BR-101/PE está interrompido em Palmares (km 185,6), onde duas pontes sobre o Rio Una foram destruídas. O tráfego na divisa com Alagoas (km 213 - ponte sobre o Rio Jacuípe), cuja cabeceira tinha sido afetada pelas chuvas, foi restabelecido no último dia 23.

 

O tráfego na BR-101 será restabelecido, com a reconstrução das duas pontes sobre o Rio Una - serviço que será concluído em 180 dias. As pontes têm 160 metros de extensão cada, e agora serão reconstruídas em altura superior à da última enchente. Além disso, será reconstruído mais um quilômetro de pista que foi totalmente destruída - esse trabalho será concluído em 60 dias.

 

Em Alagoas, serão necessários R$ 15 milhões, segundo estimativa do Dnit, para a execução de obras emergenciais para reparar e prevenir danos provocados pelas chuvas. Esse valor é R$ 6 milhões mais alto do que a previsão anterior, pois o Dnit fará convênio com o Governo do Estado de Alagoas para recuperar rodovias estaduais que servirão de desvio enquanto o tráfego na rodovia federal não for restabelecido.

Tudo o que sabemos sobre:
AlagoasPernambucochuvasnordeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.