Refém de assaltantes, família vive noite de terror

Foram quarenta minutos de terror vividos por uma família durante assalto à residência, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, na noite de ontem. Armados com um revólver calibre 38, dois homens renderam um rapaz de 29 anos - motorista desempregado -, a mulher dele, de 24 anos, e os dois filhos do casal, uma menina de cinco anos e um menino de um ano de idade. O crime aconteceu quando a família tinha acabado de chegar em casa, de carro.Durante o tempo em que permaneceram na casa, os bandidos apontaram uma arma para as crianças, que seriam mortas caso começassem a chorar, ameaçavam. Um dos vizinhos percebeu a movimentação estranha na casa e chamou a Polícia Militar. Homens do 6º Batalhão, da Base Comunitária de Jordanópolis, situada próximo à Rodovia Anchieta, chegaram em apenas três minutos, cercando o imóvel. Um dos criminosos, Vanderlei Vieira de Araújo, 24 anos, ao perceber a chegada da PM, correu para a cozinha, onde o casal estava de joelhos, protegendo o menino. A intenção do assaltante era pegar todos como reféns e negociar a fuga, mas os policiais arrombaram a porta antes que ele conseguisse se aproximar das vítimas.O outro bandido, Bruno Teixeira Bargas, 23 anos, com prontuário na polícia por roubo, estava na escada de acesso aos quartos. Ele subiu e tentou se esconder no banheiro, mas acabou preso também. O carro da família, que seria utilizado pelos bandidos na fuga, já estava carregado com jóias, celulares, dinheiro, eletrodomésticos. A dupla foi levada ao 2º Distrito Policial de São Bernardo e indiciada por roubo qualificado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.