Refém morre com tiro acidental em Maceió

A perseguição ao traficante AntonioCarlos da Silva, de 21 anos, pela polícia terminou em tragédia, em Maceió. Após matar um homem a tiros, Silva tentava fugir de um cerco policial, quando invadiu a casa da enfermeira Fátima Maria Soares, de 36 anos, e a manteve como refém. De acordo com as informações do site da Rádio Jovem Pan, o delegado da Polícia Civil, Jobson Cabral de Santana, estava no local e decidiu assumir sozinho as negociações, não permitindo que o caso fosse resolvido pela Delegacia Anti-Seqüestro. Segundo testemunhas,Santana teria se confundido ao avistar um vulto e ao atirar acabou matando a refém. O traficante foi preso em seguida mas, pouco depois, apareceu morto vítima de um suposto tiroteio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.