Reféns e terror num assalto a banco no interior do Maranhão

Dez assaltantes entraram atirando numa agência do Banco do Brasil na cidade de Colina, no interior do Maranhão, e fizeram vários reféns. Dentro do banco, cerca de 100 aguardavam pelo atendimento, a maioria aposentados e pensionistas do INSS. Uma mulher levou um tiro de raspão no ombro. Os bandidos fizeram vários reféns no interior do banco. Do lado de fora, parte da quadrilha usava clientes e funcionários como escudos humanos. Para manter a polícia e curiosos longe do local, os assaltantes dispararam várias vezes para o alto. De acordo com a polícia, o bando usava pistolas, espingardas calibre 12, fuzis tipo AK-47 e outro modelo de uso exclusivo do Exército Brasileiro. Uma viatura da polícia que tentou se aproximar da agência foi recebida à bala. Os bandidos dominaram todo o centro da cidade por 45 minutos. Sem saber como se defender, os moradores corriam para todos os lados. Antes de fugir, os criminosos incendiaram um dos carros que foram usados no assalto. Depois eles tomaram a caminhonete de um comerciante e fugiram por uma estrada de terra, que liga Colina a São Domingos, levando quatro reféns ? o gerente do banco, dois funcionários da agência e um comerciante. Os reféns que foram libertados a poucos quilômetros da cidade. A polícia prendeu o chefe da quadrilha. As informações são da TV Globo News.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.