Reforma de ponto começa com atraso

Com oito meses de atraso, a Prefeitura começa hoje a reforma da parada de ônibus no cruzamento das Avenidas Rebouças e Brigadeiro Faria Lima, na zona sul, um dos principais pontos de congestionamento de São Paulo. A intervenção permitirá que mais coletivos parem ao mesmo tempo nas plataformas. A previsão é concluir as obras em seis meses, ao custo de R$ 1,5 milhão.

, O Estadao de S.Paulo

06 Julho 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.