Regente de coral de igreja é preso por abusar e ameaçar menores no Rio

Dois adolescentes fizeram denúncia; um deles apresentou cópias de e-mails trocados com regente

Solange Spigliatti, Central de Notícias

09 de maio de 2011 | 12h56

SÃO PAULO - A polícia prendeu na última quinta-feira, 5, em Taquara, na zona oeste do Rio, Daniel Pinheiro da Cruz, conhecido como "Ninja Negro", acusado de ameaçar e abusar sexualmente menores com a promessa de que eles entrariam para um "Clã Ninja".

Na época dos crimes, Daniel era regente do coral de uma igreja evangélica na Taquara e aproveitava a proximidade dos jovens frequentadores do local para abusar sexualmente deles.

De acordo com o depoimento de um menor de 15 anos, ele conheceu Daniel neste grupo de jovens e foi convidado a fazer parte do tal grupo. A vítima alegou ter sido obrigada a passar por um treinamento chamado "Ninjet", onde era submetido a atos obscenos. Ainda segundo o menor, ao atingir o status de ninja ele passaria para uma fase denominada "Caboom", onde era obrigado a manter relações sexuais com o criminoso, caso contrário seria punido ou expulso do clã.

Outro adolescente de 17 anos, também ouvido pelos policiais, declarou ter sido convidado a ingressar no grupo, e como passava por um momento de depressão com a morte da avó, aceitou o convite. Segundo o rapaz, ele iniciou o treinamento com Daniel sendo orientado a não respeitar mais os pais e mentir. O jovem declarou ainda que, como não aceitou se submeter aos atos sexuais, Daniel ameaçou matar seus pais e irmão.

O menor de 15 anos apresentou aos policiais e-mails trocados entre ele e Daniel comprovando a orientação dada pelo regente aos jovens para serem aceitos no grupo. Daniel foi autuado pelos crimes de estupro de vulnerável e ameaça. A equipe da delegacia da Taquara apreendeu ainda três computadores e um notebook, além de CDs e DVDs, que serão analisados.

Tudo o que sabemos sobre:
Abuso sexualmenor de idade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.