Região de Ribeirão Preto tem 4.472 casos de dengue

A Superintendência de Controle de Endemias(Sucen), de Ribeirão Preto, confirmou hoje mais 573 casos de denguena região, sendo 190 em Barretos, que já soma, neste ano, 2.242 casos. Em49 cidades, já foram registrados 4.472 casos da doença - Pirangi e VistaAlegre do Alto tiveram seus primeiros casos.Além da epidemia de Barretos, ainda sem controle, outras cidadescontinuam tendo aumento de casos, como Guaíra (484), Jardinópolis (439),Borborema (404, que, com 13.175 habitantes, tem média de um doente paracada grupo de 32 pessoas, a maior do Estado), Ribeirão Preto (286),Sertãozinho (78), Bebedouro (74), Araraquara (59), Colina (42), Olímpia(40), Colômbia (35) e Igarapava (35).No combate ao mosquito Aedes aegypti, causador da dengue, Ribeirão Preto às vezes enfrenta um problema. Em bairros da periferia, onde a violênciapreocupa, principalmente pelo tráfico de drogas, agentes que fazem acoleta de entulhos nas residências nem sempre conseguem realizar otrabalho. "Quando existe algum acerto de contas entre eles, somos avisadose deixamos de fazer o serviço num dia, mas somos bem recebidos no diaseguinte", diz o chefe da Divisão do Controle de Vetores da SecretariaMunicipal da Saúde, José Januário das Neves Martins. Hoje, porexemplo, uma equipe de agentes foi avisada para não entrar no JardimSalgado Filho, pois havia o boato de que ocorreria um tiroteio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.