Reintegração de posse pode desabrigar 50 famílias

Quase 50 famílias que vivem em uma área nas margens da linha férrea em Louveira terão de deixar o local, conforme decisão da Justiça, que concedeu reintegração de posse à Ferroban, proprietária do terreno. Alguns moradores vivem há 15 anos no local. As famílias podem recorrer da decisão. A Ferroban alega que pediu reintegração de posse porque a área não é segura para os moradores, já que a linha férrea é usada para o transporte de cargas, inclusive tóxicas. Há cerca de um mês, oito vagões descarrilaram próximo à área e ocorreu vazamento de enxofre. O local teve que ser isolado, mas não houve contaminação dos moradores. A prefeitura informou que não tem para onde remover as famílias a curto prazo. A Secretaria Municipal de Negócios Jurídicos pretende acompanhar a negociação dos moradores junto à Ferroban e obter mais tempo para a transferência. A Ferroban informou que não irá determinar prazo para a transferência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.