Reintegração de posse suspensa após acordo

A desocupação da Favela do Sapo, na Água Branca, zona oeste de São Paulo, prevista para ontem, não aconteceu. Famílias e representantes da Secretaria Municipal de Habitação acertaram a suspensão do despejo. No dia 23, a Justiça vai analisar pedido da Defensoria Pública de que todos sejam reassentados ou recebam bolsa-aluguel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.