Relator da CPI do Apagão chama Pires de incompetente

Senador diz que ministério nunca teve alguém que soubesse coordená-lo

Agencia Estado

19 de junho de 2007 | 11h05

O senador Demóstenes Torres (DEM-GO) criticou duramente nesta segunda-feira, 18, o ministério da Defesa e o titular do cargo, Waldir Pires. "Podemos dizer que o ministro, lamentavelmente, é incompetente. Ele deveria ser secretário nacional dos direitos humanos, e não ministro da Defesa, porque ele não dá conta do cargo", declarou o senador, que é relator da CPI do Apagão Aéreo no Senado.A afirmação foi feita durante o seminário "Um Novo Modelo de Gestão do Transporte Aéreo", que acontece em São Paulo.Ainda nas críticas, o democrata disse que o Ministério da Defesa "não existe de fato, mas apenas no papel" e continuou: "Esse Ministério nunca foi ocupado por alguém do ramo que tivesse disposição e soubesse como coordená-lo."Torres falou também que a crise do setor aéreo não terá um desfecho satisfatório enquanto o governo não resolver a questão salarial dos controladores militares. Ele avaliou que a questão é complexa, pois dificilmente se conseguirá elevar o salário de um sargento (controlador) sem mexer no de seus superiores hierárquicos, como os coronéis.

Tudo o que sabemos sobre:
caos aéreoCPI do Apagão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.