Relatório não é alterado e pagamento fica suspenso

DEPOIMENTO AO MP

, O Estadao de S.Paulo

05 Fevereiro 2009 | 00h00

28 DE AGOSTO, SEDE DO GAECO: "A declarante foi a coordenadora do projeto de pesquisa sobre merenda escolar realizado pela Fipe. As pesquisas redundaram na elaboração de um minucioso relatório, que foi entregue para a Secretaria Municipal de Gestão. (...) O secretário na época era o senhor Januário Montone. Posteriormente este se afastou. (...) As pesquisas retrataram o monitoramento do fornecimento das merendas escolares no ano de 2006. (...) O relatório conclui que a terceirização do fornecimento de merendas escolares, no ano de 2006, era desvantajoso para a municipalidade (...) Indagada a respeito da qualidade da alimentação (...) , recorda-se de ter concluído uma concentração de gordura indesejável, quantidade de proteína insuficiente para a idade das crianças e quase nada de alimentos com fibras. (...) O relatório da Fipe foi entregue em 1º de julho de 2007. Após a entrega, a Fipe recebeu telefonemas da Secretaria de Gestão, com a solicitação de nova apreciação do relatório, com vistas a sua modificação. (...) Receberam, através de e-mail, uma solicitação com questionamentos e críticas, nas quais sugeriram erros que deveriam ser corrigidos. (...) A declarante elaborou resposta justificando a razão pela qual não havia qualquer equívoco no relatório da Fipe. (...) A Secretaria suspendeu o pagamento, mas já tinha pago cerca de seis parcelas, cujo montante global girou em torno de R$ 600 mil. (...) Quando perceberam que não haveria alteração, aprovaram o relatório (...) A última parcela não foi honrada. (...)" Basília Maria Baptista Aguirre: coordenadora do estudo da Fipe/USP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.