Normando Soracles/Agência Miséria/AFP
Normando Soracles/Agência Miséria/AFP

Relembre outros ataques a bancos que terminaram em tragédia

Nesta sexta-feira, 12 foram mortos em uma tentativa de assalto no Ceará

O Estado de S.Paulo

07 Dezembro 2018 | 20h58

Doze pessoas foram mortas em uma tentativa de assalto a dois bancos na madrugada desta sexta-feira, 7, em Milagres, na região do Cariri, no Ceará. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE) informou que, após um confronto com policiais, seis integrantes de uma quadrilha morreram, enquanto as demais vítimas seriam reféns.

Relembre outros casos de ataques a bancos que terminaram em tragédia. 

Cliente e bandido mortos

Em 2 de março deste ano, cinco assaltantes renderam 36 pessoas durante um assalto fracassado a uma agência bancária em Madureira, na zona norte do Rio. Seguranças reagiram, houve tiroteio, e um cliente e um bandido morreram. Uma criança e um adulto ficaram feridos. 

Funcionária baleada

Em 12 de março, uma funcionária de uma agência do Banco Mercantil do Brasil morreu baleada com um tiro na cabeça durante uma tentativa de roubo em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Segundo a Polícia Militar, dois homens invadiram a agência e anunciaram o assalto. Seguranças do banco reagiram, e houve troca de tiros com os criminosos. A funcionária foi atingida durante o tiroteio e morreu. Os dois suspeitos ficaram feridos.

Sete mortos

No final de março, uma ação do Batalhão de Ações Especiais (Baep) da Polícia Militar de Campinas, no interior de São Paulo, terminou com sete integrantes de uma quadrilha mortos. O grupo faria um ataque com explosivos a agências bancárias de Joanópolis, cidade da região. Na época, a polícia montou um cerco e os criminosos, fortemente armados em dois carros, abriram fogo quando avistaram uma viatura policial, que revidou. 

Fuga no Paraná 

Em 5 outubro, um grupo de 15 homens, divididos em quatro veículos, explodiu caixas eletrônicos dos bancos Itaú, Bradesco e Sicoob, em Piên, na Região Metropolitana de Curitiba (PR). Na fuga, mataram um homem que fazia entrega de jornal no município vizinho de Agudos do Sul.

Troca de tiros 

Em 8 de novembro, quatro suspeitos foram mortos após tentativa de assalto a uma agência bancária em São Miguel Paulista, zona leste da capital paulista. Quando os policiais chegaram ao local, os criminosos estavam saindo da agência do Banco do Brasil. Ao perceberam a presença dos agentes, eles retornam e começaram a disparar contra os PMs. Três suspeitos baleados morreram no local e um quarto ferido foi socorrido, mas não resistiu.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.