Remédios ilegais são apreendidos com nota fiscal de roupas

Funcionários do posto fiscal de Marcelino Ramos, no Rio Grande do Sul, aprenderam 653 caixas de medicamentos de uso veterinário transportados com nota fiscal que indicava "roupas usadas". Alguns produtos têm uso restrito ou são proibidos no País.O peso das embalagens chamou a atenção dos fiscais, disse o chefe da regional do Ministério da Agricultura em Passo Fundo, Francisco Sidnei Guerra.A ação constatou uma quantidade significativa de medicamentos para eqüinos, com origem em laboratórios dos Estados Unidos, Canadá, Argentina, Uruguai e Paraguai. O destino da mercadoria era a transportadora da carga no Rio de Janeiro.O produto será incinerado. A apreensão ocorreu na BR 153 na última quarta-feira, mas a informação só foi divulgada neste sábado

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.