Renan aguarda perícia no helicóptero que fez pouso forçado

O presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB/AL), disse que aguarda o resultado na perícia do helicóptero, modelo Jet Ranger 2, prefixo PT-HPN, que fez um pouso forçado, com ele e o senador Teotônio Vilela Filho a bordo, ontem pela manhã, na cidade de Arapiraca, a cerca de 150 quilômetros de Maceió."Nós caímos de uma altura de mais ou menos seis metros e meio, arrebentou a base, arrebentou o tanque de combustível, que derramou todo, ou seja, poderia ter havido uma explosão grave", relatou Renan. Questionado sobre a possibilidade de sabotagem, ele disse que essa é apenas uma hipótese."Priorizar essa discussão - em torno da sabotagem - poderia passar a idéia de que nós estaríamos querendo tirar dividendos eleitorais desse acidente. Deus me livre de ter isso como conduta política. Eu sempre procurei me pautar pela isenção. É, por isso, que eu espero o resultado da perícia, para me manifestar melhor sobre esse assunto", afirmou.Renan disse que depois do susto falou com o presidente Lula, com o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos; com o ministro da Aeronáutica; o presidente da Infraero, para que essas autoridades providenciassem a perícia no helicóptero, em Arapiraca, onde se encontra a aeronave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.