Repórteres que cobririam discurso de Lula no Alvorada são barrados

Assessores da Presidência da República, contrariando o que havia sido anunciado, no final da manhã desta quarta-feira, por assessores do Comitê de Campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, impediram, por volta das 16 horas, a entrada de jornalistas no Palácio da Alvorada, onde o presidente discursa na cerimônia de assinatura do Termo de Compromisso Presidente Amigo da Criança. Os assessores da Presidência disseram que não seria mais permitida a entrada de repórteres de texto, apenas de fotógrafos e cinegrafistas. Mas os assessores concordaram em levar para dentro do Alvorada os gravadores dos repórteres para que o pronunciamento do presidente Lula fosse registrado. Cerca de 60 jornalistas aguardam do lado de fora do palácio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.