Representante comercial assassinado no trânsito de São Paulo

Investigadores do 32º Distrito Policial, de Itaquera, tentam desvendar o assassinato do representante comercial João Astolphi Jr., de 57 anos. Ele foi encontrado com um tiro no pescoço, dentro de seu carro, um Vectra preto, placas CHU 6886/SP, por volta das 20h de ontem, na avenida Nova Radial Leste, em Itaquera, zona Leste da Capital. Policiais militares faziam patrulhamento na região quando viram o Vectra, que havia batido em um poste, parcialmente destruído. A princípio, os policiais pensaram que se tratava de mais um acidente de trânsito, mas logo perceberam o motorista ferido ao volante. Mesmo socorrido no Hospital Planalto, o representante comercial acabou morrendo. Familiares dele foram até a delegacia de Itaquera e disseram ao delegado Diogo Dias Zamut Júnior que João, provavelmente, estava vindo de Guaianazes, no extremo leste da cidade. O caso foi registrado como homicídio a esclarecer, mas a hipótese de tentativa de assalto não foi descartada.

Agencia Estado,

22 de dezembro de 2004 | 06h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.