Reservatório de água desaba e mata dois no Pará

Equipamento caiu sobre um caminhão com nitrogênio, em Marabá, deixando nove pessoas feridas

26 de fevereiro de 2008 | 15h33

Um reservatório de água da empresa Siderúrgica Norte Brasil (Sinobras) desmoronou e causou a morte de duas pessoas em Marabá, a 530 km de Belém, na segunda-feira, 25. Outras nove pessoas ficaram feridas com a queda do equipamento, de 57 metros de altura, sobre um caminhão que transportava nitrogênio.   Os feridos foram atendidos no hospital da cidade e liberados em seguida, pois tiveram ferimentos leves. Segundo uma nota da Sinobras, a empresa prestou os primeiros socorros aos feridos e os dois funcionários, que morreram no local, eram de empresas terceirizadas.   Por meio de outra nota, a empresa informou ainda que engenheiros especializados já estão fazendo uma análise da causa do acidente, assim como os técnicos da empresa de engenharia responsável pela obra.   Homens do Corpo de Bombeiros, em conjunto com um grupo de peritos do Instituto de Criminalística, analisaram o local do acidente e os imóveis nas adjacências para saber se há riscos de desabamentos, mas a hipótese foi descartada.

Tudo o que sabemos sobre:
desmoronamentoSinobrasreservatório

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.