Resgatados 4 sobreviventes de queda de avião no Pará

Uma equipe buscas da Força Aérea Brasileira (FAB) resgatou ontem à tarde, com vida, os quatro passageiros do avião monomotor prefixo PK-GG , de propriedade do piloto Rui Ancelmo Garcia, desaparecido com outras três pessoas desde as 8 horas da manhã de terça-feira na região de Altamira, sudoeste do Pará. O resgate aconteceu dentro da reserva indígena Coatinemo, dos caiapós, no meio da floresta amazônica. Apenas Garcia sofreu traumatismo após a queda, quebrando as duas pernas. Os outros sobreviventes tiveram ferimentos leves. O avião saiu de São Félix do Xingu com destino a Altamira, levando como passageiros a esposa de Rui, Neide Zanqueti, e mais duas pessoas da mesma família. "Foi a mão de Deus quem nos salvou, guiando meu marido para que ele manobrasse o avião por entre as árvores", contou Neide no aeroporto de Altamira. O resgate só foi possível, segundo ela, porque os sobreviventes fizeram uma fogueira na mata. Do alto, os homens de resgate da FAB viram os sinais de fumaça e desceram no local. "A gente voava muito alto quando uma pá da hélice se soltou e começamos a cair", relatou Rui Garcia. Ele disse que começou a pedir a proteção de Deus e segurou firme no manche, desviando de árvores até pousar no solo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.