Resgatados mais 4 corpos de vítimas; total sobe para 28

Oito corpos já chegaram a Fernando de Noronha e mais oito devem chegar em breve

09 de junho de 2009 | 11h33

A Marinha e a Aeronáutica anunciaram durante uma coletiva na manhã desta terça-feira, 9, que mais quatro corpos foram resgatados. Com isso, sobe para 28 o total de corpos resgatados de vítimas da queda do Voo 447 da Air France, que caiu no Atlântico, na noite de domingo, dia 31 de maio. Ao todo, 228 pessoas estavam a bordo do avião.

 

Veja também:

lista Todas as notícias sobre o Voo 447

som Ouça a coletiva da Marinha e da Aeronáutica na manhã desta terça

video Vídeo: Operação de resgate

especialEspecial: Os desaparecidos do voo 447

especial Especial: Passo a passo do voo 447

mais imagens Galeria de fotos: buscas do Voo 447

mais imagens Galeria de fotos: homenagem às vítimas

blog Blog: histórias de quem quase embarcou

especialCronologia das tragédias da aviação brasileira

especialCronologia dos piores acidentes aéreos do mundo

 

Segundo as informações oficiais, o clima instável atrapalhou o traslado dos 16 corpos para Fernando de Noronha durante a manhã desta terça, mas não atrapalha a operação de buscas. Esses corpos já chegaram ao arquipélago na manhã desta terça-feira e seguem agora para a pré-identificação. Assim que o trabalho dos legistas terminar em Noronha, eles serão levados para o IML de Recife, em um voo que deve durar cerca de uma hora.

 

Os corpos resgatados nesta terça estão na fragata Bosísio, e, segundo as informações da Marinha, ela continuará na região das buscas até sua capacidade de armazenamento de corpos ser atingida. Ela pode armazenar até 20 cadáveres e já estava com outros oito resgatados na segunda-feira. Só depois da capacidade ser atingida, a fragata vai se aproximar do arquipélago para o traslado ser feito pelos helicópteros. A fragata Constituição vai retornar para a região das buscas.

 

O efetivo e os meios empregados na missão permanecem sem alteração. São 6 navios brasileiros, sendo 2 fragatas, 2 corvetas e 1 navio-patrulha, 1 fragata francesa e 14 helicópteros, sendo 12 do Brasil e 2 da França. As ações de busca e resgate continuarão de forma ininterrupta, concentradas nos pontos onde foram localizados os corpos.

 

Os oito corpos resgatados na segunda-feira, 8, foram encontrados a 440 quilômetros a Nordeste do arquipélago São Pedro e São Paulo, um pouco além das águas jurisdicionais brasileiras.

 

Os primeiros dezesseis corpos de vítimas do acidente com o Airbus da Air France foram resgatados no domingo, 7, uma semana após o desaparecimento da aeronave no trajeto Rio-Paris. Eles foram localizados a 69,5 km do ponto estimado da queda do avião e a 1.150 km de Recife. Outros oito corpos foram localizados na tarde de segunda-feira a 440 km do Arquipélago de São Pedro e São Paulo, um pouco além das águas juridicionais brasileiras. Ao todo, 228 pessoas estavam a bordo do Voo 447.

 

Além dos corpos, foram resgatados mais destroços. Segundo o assessor de imprensa da Aeronáutica, tenente-coronel Henry Munhoz, em coletiva na noite de segunda-feira, não há previsão de quando as partes do avião serão levadas para Noronha. "Não vamos especificar qual peça do avião foi recolhida. Todos os questionamentos sobre as peças terão de ser feitas ao fabricante". Como a investigação das causas do acidente está a cargo dos franceses, os destroços serão encaminhados às autoridades do país, que poderão fazer o detalhamento das peças encontradas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.