Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Responsáveis por toque de recolher serão presos, diz Alckmin

O governador Geraldo Alckmin anunciou esta manhã no Guarujá que o motoqueiro que deu a ordem para os comerciantes do Glicério fecharem as portas, ontem, já foi identificado. Alckmin garantiu: "Ele será preso assim como os outros boateiros foram". O governador reafirmou que a Polícia não vai ser intimidada com esse tipo de ação e afirmou que " é preciso parar de glamourizar ações de bandidos". Para ele, o fato importante foi a prisão de oito marginais, com apreensão de armas, e a perseguição de outros dois que viajavam de Mongaguá com metralhadoras e carabina. "A Polícia esperou, houve confronto e dois foram mortos. A partir daí houve a reação dos bandidos" comentou Alckmin. Segundo ele, ?a polícia vai agir assim todos os dias e não importa que depois apareça um motoqueiro mandando o comércio fechar como forma de intimidação". Alckmin comentou que "as organizações criminosas estão se desmantelando em São Paulo e os bandidos estão se matando uns aos outros". Ele se referia aos 13 mortos em confrontos entre as facções rivais do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Agencia Estado,

08 de novembro de 2002 | 11h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.