Ressaca altera trânsito na orla do Rio e interrompe travessia de barca

Ressaca altera trânsito na orla do Rio e interrompe travessia de barca

Aeroporto Santos Dumont ficou fechadopor cerca de meia hora para pousos nesta manhã por falta de visibilidade

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

09 de abril de 2010 | 11h42

O mar agitado trouxe uma grande quantidade de areia para a orla fluminense

 

SÃO PAULO - O trânsito na cidade do Rio de Janeiro estava complicado na manhã desta sexta-feira, 9, por conta de alterações no tráfego provocadas pela ressaca que atinge a cidade desde a manhã de quinta-feira, 8.

 

Veja também:

link Retirar moradores de áreas de risco no Rio é inviável, diz especialista

link Deslizamentos deixam 3 mil desabrigados em Niterói

link Governo: Lixo em decomposição causou deslizamento em Niterói

mais imagens Imagens sobre o drama da chuva

especial As áreas afetadas pela tragédia

blog Dava para evitar a tragédia?

 

Em virtude da agitação do mar, a faixa reversível da orla será mantida apenas na Avenida Atlântica, até que a maré volte a baixar. O objetivo é preservar as condições de segurança dos motoristas. Pelo mesmo motivo, o Aterro do Flamengo está com uma faixa interditada, no sentido Centro, próximo ao Morro da Viúva.

 

Também por conta do mar agitado, que trouxe grande quantidade de areia para a orla, a ciclovia e as pistas da Avenida Atlântica, Praia do Diabo (no Arpoador) e Aterro do Flamengo, foi mobilizado um número maior de garis para efetuar a remoção da areia das vias.

 

Em Copacabana, a limpeza é feita por 15 garis e uma pá mecânica. A pista sentido Leme, junto à ciclovia, está fechada entre as ruas Miguel Lemos e Bolivar. O trabalho começou às 23h de ontem.

 

No Aterro do Flamengo, a limpeza mobiliza 60 garis desde às 7h e, na praia do Diabo, o trabalho dos quatro garis acontece desde o início da manhã. A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) não tem previsão de término dessa atividade, pois a maré ainda está muito alta.

 

Travessias

 

A ressaca também deixou o transporte de barcas da linha Praça XV-Charitas inoperante, segundo confirmou a Barcas S/A.

 

As demais linhas, Rio-Niterói, Praça XV-Paquetá, Praça XV-Cocotá, na ilha do Governador, estão operando normalmente, mas com redução de velocidade por medida de segurança, devido às condições da maré, segundo a Barcas.

 

A travessia Praça XV-Charitas foi suspensa na manhã de quinta-feira pelo mesmo motivo, de acordo com a Barcas.

 

Santos Dumont

 

O Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio, ficou fechado por cerca de meia hora para pousos nesta manhã de sexta-feira, 9, por falta de visibilidade, segundo confirmou a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

 

Os pousos foram interrompidos no período das 6h40 até as 7h15. Por conta do fechamento, um voo da ponte aérea Rio-São Paulo da empresa aérea TAM, foi alternado para o Aeroporto Tom Jobim, às 7h40. Cinco pousos da Trip e outro da TAM foram cancelados.

 

De acordo com a Infraero, a areia acumulada nas pistas do aeroporto, trazida pela ressaca que elevou o nível do mar na Baía de Guanabara, não prejudicou as operações de pouso e decolagens.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.