Ressaca deixa quatro desaparecidos no Rio de Janeiro

A ressaca que atingiu o litoral fluminense no feriadão com ondas de três metros de altura deixou quatro pessoas desaparecidas. Arlom Luiz Taranto da Silva, de 12 anos, sumiu no domingo, em Saquarema, Região dos Lagos, na Praia do Boqueirão. Igor Serpa Ramos Guimarães, de 17 anos, e Alex Xavier de Almeida de 22, desapareceram nesta segunda-feira, ao entrarem no mar em uma praia deserta, a Praia do Meio, em Guaratiba, zona oeste. Em Cabo Frio, também na Região dos Lagos, o mar arrastou Carlos Henrique dos Santos, de 26 anos, na Praia do Foguete.Helicópteros foram usados nas buscas até escurecer. Até as 19h30, nenhum dos quatro tinha sido encontrado pelos bombeiros do Grupamento Marítimo (G-Mar). O coronel Marcos Silva, comandante do G-Mar, em um balanço parcial, contabilizou 567 salvamentos de sábado até esta segunda. "É um número muito grande e ainda vai aumentar", disse.A ressaca começou no sábado à tarde. Nesta segunda, o coronel recebeu um comunicado do Centro de Hidrografia da Marinha, válido até esta terça, que previu a ocorrência de ondas de 2,5 metros a 3,5 metros. "Com essa previsão, vamos manter 560 homens na orla", disse o comandante.No Arpoador, os bombeiros resgataram Juvenal Amado Ramos, de 79 anos, tragado por uma onda quando observava o mar. No Leme, o surfista Jones Peres Ventura, de 18 anos, teve traumatismos no rosto, nas costelas e na cabeça ao ser jogado contra as pedras. Ele foi levado para o Hospital Miguel Couto e, segundo o G-Mar, não corre risco de vida.No Leme, no fim da tarde, o G-Mar interditou o Caminho dos Pescadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.