Ressaca mata pescador em Maricá, no litoral fluminense

Força da água virou embarcação próximo às ilhas de Maricá; outros três pescadores estavam no barco

Tiago Rogero, Estadão.com.br

30 de maio de 2011 | 09h38

RIO - Um pescador morreu na madrugada de domingo, 29, por conta da ressaca que atingiu o litoral fluminense no fim de semana. O homem estava com mais três pescadores, que conseguiram se salvar. Por volta das 3 horas de domingo, com o mar revolto, o grupo resolveu ancorar o barco em Maricá, na região metropolitana. A força da água virou a embarcação próximo às ilhas de Maricá.

Dois pescadores conseguiram nadar até a praia. Os outros ficaram no barco. Eles foram resgatados depois de oito horas de espera. No entanto, um deles, identificado apenas como Rogério, não resistiu e morreu a caminho do Hospital Municipal Nossa Senhora de Nazareth, em Saquarema, na região dos Lagos.

O mar do Rio segue revolto na manhã desta segunda-feira, 30.  Na zona sul da cidade, os calçadões amanheceram cobertos de areia. Segundo a Marinha, a ressaca deve continuar até terça-feira, 31.  Até a noite de domingo, 65 toneladas de areia foram retiradas do asfalto nas praias de Copacabana, Ipanema e Leblon. A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos informou que trabalha com as equipes de emergência para a liberação das pistas.

Em Niterói, na região metropolitana, a força das ondas chegou a destruir parte do calçadão da Praia das Flechas, na divisa dos bairros do Ingá e de Icaraí, na zona sul da cidade.

Tudo o que sabemos sobre:
litoralRJressacamortepescador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.