Retirado de casa e morto em S. José dos Campos

O técnico em telecomunicações Sílvio Yoshimi Tera, de 54 anos, desaparecido desde a tarde daúltima terça-feira, quando foi levado de sua casa em seu próprio carro, marca Lada, por três homens armados, foi encontrado morto nesta quinta-feira, na Estrada do Bonsucesso, em São José dos Campos, 91 quilômetros a nordeste de São Paulo.De acordo com o relato da família, os ladrões disseram que o levariam para sacar uma quantia em dinheiro do caixa eletrônico e que em uma hora avítima seria libertada.Yoshimi havia recebido, segundo a polícia, uma indenização trabalhista há três anos e estava desempregado. Após cinco horas de desaparecimento do técnico, o Lada foi localizado sem que nada tivesse sido roubado.Na tarde desta quinta-feira, a polícia recebeu uma ligação anônima que informava a localização do corpo da vítima. De acordo com a perícia, Yoshimi morreu no mesmo dia em que foi levado pelos ladrões, mas um laudo necroscópico deve ser divulgado em dez dias.A vítima foi morta a tiros e estava com os pés e as mãos amarrados. O corpo do técnico foi reconhecido no Instituto Médico-Legal de São José dos Campos por uma irmã da vítima. A mulher dele será ouvida na próxima semana.Apesar de ter sido levado por supostos assaltantes, a polícia civil de São José dosCampos descartou a possibilidade de o técnico ter sido vítima de seqüestro. ?Não houveextorsão mediante seqüestro. Não houve pedido de resgate, por isso não se caracterizou oseqüestro?, afirmou o delegado seccional, Roberto Monteiro.Diante dos fatos, a polícia investiga as hipóteses de vingança ou emboscada. ?É um caso muito complexo, que requer sigilo?, disse o delegado. Duas equipes estão investigando o caso. Policiais voltaram ao local nesta sexta-feira para conversar com alguns vizinhos. Ainda não há pistas sobre suspeitos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.