Réu pega 18 anos por morte de perita do INSS

O despachante José Alves de Souza foi condenado ontem a 18 anos de prisão pelo assassinato de Maria Cristina Felipe, chefe de perícia do Instituto Nacional do Seguro Social em Governador Valadares (MG). Ela investigava fraude na concessão de benefícios e foi morta a tiros, em 2006. O mandante do crime, Milson Brige, pegou 16 anos. Ricardo dos Anjos, contratado por Souza para matar a perita, pegou 17. Anjos pagou a um menor, que executou Maria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.