Revoltados, passageiros depredam 21 ônibus em BH

A paralisação de ônibus na Estação Diamante, no Barreiro, região oeste de Belo Horizonte, acabou resultando na depredação de 21 ônibus de duas empresas da capital mineira, na manhã desta segunda-feira, 12. De acordo com informações da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BH Trans), o tumulto ocorreu entre às 7 e 9 horas, quando o Sindicato dos Rodoviários de Minas Gerais, que está realizando campanha salarial, determinou que nenhum ônibus das 26 linhas que atendem à Estação de Integração ao Metrô poderia circular. Indignados, os próprios usuários que estavam no local tentaram forçar a saída dos ônibus e, em seguida, alguns manifestantes partiram para a destruição dos veículos. Os carros tiveram as janelas quebradas e os pneus furados. A Estação ficou fechada por duas horas, prejudicando 7,5 mil usuários. O Batalhão de Choque da Polícia Militar chegou a ser acionado, mas ninguém foi preso. A situação voltou ao normal por volta das 9h15 da manhã, sem a ocorrência de novas manifestações. O levantamento dos prejuízos ainda não foi concluído.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.