Ribeirão confirma terceiro caso de hantavírus este ano

A Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, em Ribeirão Preto, confirmou hoje o terceiro caso de hantavirose na região. Porém, ao contrário dos dois casos anteriores, que tiveram mortes dos pacientes, o microempresário de 41 anos, de Sertãozinho, está internado há 15 dias e seu estado é bom. Uma equipe de técnicos do Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, deverá capturar ratos nos próximos dias nos locais onde o microempresário - que tem uma fábrica de produtos de proteção (botas e outros) para uso em lavouras - passou, para identificar onde ele contraiu a doença. Em fevereiro, por terem contraído a hantavirose, uma lavradora morreu em Pontal e um lavrador faleceu em Santo Antônio da Alegria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.