Ribeirão Preto tem 725 casos de dengue em 2007

O trabalho intenso para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, continua em vários bairros de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, que já tem 725 casos da doença em 2007. Existem ainda quase 400 suspeitos, aguardando resultados de exames laboratoriais. Porém, o que chamou a atenção nesta semana é que a relação de casos confirmados em 2006 aumentou, pois os resultados dos exames ficaram prontos recentemente. Assim, Ribeirão Preto, que tinha a sua maior epidemia de dengue em 2006, com 4.113 casos, teve mais 1.930 casos confirmados: ou seja, o número subiu para 6.043 casos. E ainda faltam os resultados de mais de 300 exames, o que deverá aumentar o número de pessoas que foram atingidas pela doença. Em 2006, foram 16 casos do tipo hemorrágico na cidade, sendo que duas pessoas morreram, segundo informações da Vigilância Epidemiológica do município. Em Bebedouro, a situação ainda continua preocupando, pois 1.082 casos de dengue foram confirmados, sendo dois do tipo hemorrágico (mas com recuperações dos pacientes). Existem ainda 1.852 casos suspeitos da doença, aguardando os resultados de exames laboratoriais.

Agencia Estado,

17 Abril 2007 | 15h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.