Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Rio e SP registram recorde de frio no ano pelo 2º dia seguido

Termômetros marcaram 14ºC na capital paulista e 15,6ºC na fluminense; previsão é de mais uma madrugada de temperaturas baixas

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

18 Abril 2018 | 23h30

SÃO PAULO - Pelo segundo dia consecutivo, Rio de Janeiro e São Paulo registraram recorde de frio no ano. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os termômetros chegaram a 14ºC na estação meteorológica do Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista, na madrugada desta quarta-feira, 18. Nesta terça-feira, 17, a temperatura mínima tinha sido de 15,7ºC.

+++ Morador de rua é encontrado morto no centro de São Paulo

No Rio, a medição foi de 15,6ºC no Alto da Boa Vista, na zona norte, menor do que a registrada nesta terça, quando os termômetros marcaram mínima de 16,2ºC.

+++ América Central recebe impacto de frente fria que castiga EUA

De acordo com o site Climatempo, a queda acentuada da temperatura no Sudeste foi provocada pela combinação do ar polar que está espalhado por todo a região e pelo Sul do Brasil, com o efeito de pouca nebulosidade durante a noite. "A falta de nuvens no período noturno é um dos principais fatores que facilitam o resfriamento do ar", explica.

+++ As temperaturas caíram, mas não tiraram o bom humor do brasileiro

Segundo o Inmet, as outras duas capitais do Sudeste também tiveram recorde de frio na madrugada desta quarta. Em Belo Horizonte, os termômetros chegaram a 15,9ºC na estação meteorológica que opera no bairro de Santo Agostinho, no centro-sul da capital mineira. Já em Vitória, a temperatura mínima foi de 19,3ºC.

A Climatempo prevê que a madrugada seja novamente gelada nesta quinta-feira, 19, podendo haver novo recorde de frio nas quatro capitais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.