Rio está inadimplente com a União, diz Thomaz Bastos

O ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos, respondeu em tom conciliador às críticas do secretário de Segurança Pública do Rio, Anthony Garotinho, em relação ao atraso no repasse das verbas prometidas pelo ministério ao Estado. Thomaz Bastos disse que tanto o secretário quanto a governadora Rosinha Matheus são seus parceiros e afirmou ainda acreditar que o sentimento é recíproco. O ministro disse que, como a sociedade brasileira, também está impaciente para que a violência diminua. Segundo ele, os recursos prometidos só não foram liberados porque o Estado do Rio está inadimplente com a União. "Não posso cometer um crime de responsabilidade fiscal", disse o ministro que participa hoje do 1º Fórum Nacional de Segurança Pública, na Bolsa de Valores do Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.