Rio faz ato ?Basta de terror, eu quero paz?

Mais de mil manifestantes participaram nesta terça-feira do ato Basta de terror, eu quero paz, realizado no Saara, centro de comércio popular onde trabalham negociantes árabes e israelenses, no Rio. Representantes de diversas religiões, como a católica, judaica e islâmica, fizeram preces pedindo a concórdia no mundo.Lojistas distribuiram pães, numa alusão à multiplicação dos pães feita por Jesus Cristo, de acordo com os cristãos. A rádio comunitária do Saara executou músicas de várias correntes religiosas e três minutos de silêncio lembraram as vítimas do terrorismo.A vice-governadora Benedita da Silva (PT) comparou o Saara à ONU. "Este é um local onde todas as raças convivem, pacificamente, e a tolerância é possível. Esse evento é muito importante e demonstra a solidariedade e o amor do povo brasileiro."SiteO evento foi promovido pela organização não-governamental (ONG) Viva Rio. Durante o ato, brasileiros de diferentes raças deram as mãos para celebrar a tolerância racial e religiosa.O coordenador do Viva Rio, Rubens César Fernandes, lançou a página www.bastadeterror.com.br na internet. O site pretende colher assinaturas e depoimentos contra o terrorismo, em solidariedade aos norte-americanos. Ao fim do ato, Fernandes disse que, "apesar da dificuldade de conviver com as diferenças, a paz é sempre possível".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.